Pointer do google maps

Junho/2018

Bilhete
Bilhete

Clientes Vivo Valoriza tem 50% de desconto em ingressos unitários.

No primeiro Festival Teatro Vivo, queremos que você se emocione, e viva cada espetáculo. Para isso, estamos trazendo de volta aos palcos de São Paulo algumas peças e apresentações de sucesso, além de uma estreia inédita.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO:

06
Junho
O Monstro
Os Guardas do TAJ
Boca de Ouro
Contrações
O Louco e a Camisa
-
DOM
-
SEG
-
TER
-
QUA
-
QUI
1
SEX
2
SAB
3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30

ESPETÁCULOS:

O Monstro

Terças e quartas às 20h

Sinopse:
O Monstro é uma adaptação do conto homônimo de Sérgio Sant’Anna interpretado por Genézio de Barros, adaptado e dirigido por Hugo Coelho. O texto conta a história de Antenor, um professor de filosofia  e de sua namorada Marieta de Castro , uma executiva bem sucedida. Durante um passeio corriqueiro pela Lagoa Rodrigo de Freitas, Marieta se depara com uma bela jovem, que inesperadamente aceita seu convite para ir a sua casa.  O casal envolve a moça num perigoso e arriscado jogo de sedução de consequências imprevisíveis.

Duração: 60 minutos

Classificação: 16 anos

  • Ficha Técnica
  • Conto Original: Sérgio Sant´Anna
  • Adaptação e Direção: Hugo Coelho
  • Elenco: Genézio de Barros
  • Cenografia e Figurino: Marisa Rebollo
  • Iluminação: Rodrigo Alves (Salsicha)
  • Trilha Sonora e Sonoplastia: Fábio Sá
  • Direção de Movimento: Vivien Buckup
  • Direção de Palco: Nicolau Ayer
  • Cenotécnica: Armazém Cenográfico
  • Assistentes de Direção: Fernanda Lorenzoni e Larissa Matheus
  • Assessoria Contábil: Eduardo Belvedere
  • Design Gráfico: Francisco Júnior
  • Fotografia Artística: Heloísa Bortz
  • Assessoria de Imprensa: Pombo Correio
  • Produtor: Daniel Torrieri Baldi
  • Realização: Desembuxa Entretenimento

Os Guardas do TAJ

09/06 às 21h
10/06 às 18h

Sinopse:
À primeira luz da manhã, um novo edifício representando o poder crescente do império será revelado: o glorioso Taj Mahal. Mas para estes dois guardas, amigos de longa data e designados a proteger o palácio, a manhã vem trazer uma crise existencial que abalará sua fé no Império e nos outros humanos.

Os Guardas do Taj retrata dois homens comuns que se deparam com a beleza imensurável do Taj e ao mesmo tempo são varridos pela carnificina e pela injustiça que cerca uma das maravilhas mais famosas do mundo. O ano é de 1648 e os dois guardas imperiais estão em pé e de costas para o ainda não revelado Taj Mahal. Um deles, Babur (Ricardo Tozzi) está cheio de curiosidade inextinguível; o outro, Humayun (Reynaldo Gianecchini) é pura ortodoxia obediente. Amigos desde a infância acabam se confrontando diante das regras estabelecidas e da maneira que cada um deles vê a sociedade e suas vidas.

Além de estarem proibidos de olhar para o edifício, os dois amigos também acabam sendo escalados para participarem da famosa história arbitrária que o imperador ordenou que executassem. O texto do americano Rajiv Joseph levanta questões potentes sobre o humano, o preço pago ao longo da história para realizar os caprichos dos poderosos, mesmo quando resultam em maravilhas arquitetônicas que, em última análise, serviriam para dar prazer às massas. Esta é uma das muitas lendas que cercam o Taj, mas que o autor usa de maneira brilhante para explorar, de forma inteligente e sem ser esmagadoramente dramática, uma série de ideias filosóficas. Uma delas é se há limites à busca humana pelo conhecimento, o que rege as relações de amizade e as proibições absurdas que muitas vezes nos são impostas.

Duração: 75 minutos

Classificação: 12 anos

  • Ficha Técnica
  • Texto: Rajiv Josephs
  • Tradução e adaptação: Rafael Primot
  • Direção: Rafael Primot e João Fonseca
  • Elenco: Reynaldo Gianecchini e Ricardo Tozzi
  • Música original: Marcelo Pellegrini
  • Figurino: Fabio Namatame
  • Cenógrafo: Marco Lima
  • Vídeo projeção: Estúdio Bijari
  • Iluminação: Dani Sanchez
  • Cenotecnico: Fernando Brettas. Ono-Zone Estúdio
  • Cenógrafo assistente: Cesar Bento
  • Produção musical: Surdina
  • Preparador corporal (Método Suzuki): Fabiano Lodi
  • Visagismo: Guilherme Camilo
  • Assistente de produção (Ensaios): Bruno Fagotti
  • Assesoria de imprensa SP: Daniela Bustos, Beth Gallo e Thaís Peres – Morente Forte Comunicações
  • Assesoria de imprensa RJ: Barata Comunicação
  • Programação Visual: Vicka Suarez
  • Adaptação projeto gráfico: Erik Almeida
  • Fotos programação visual: Fernando Torquatto
  • Fotos de cena Portugal: Rogério Martins
  • Fotos de cena Brasil: João Caldas Fº
  • Assistente de fotografia: Andréia Machado
  • Mídias sociais: Dani Angelotti e Luciano Angelotti – Cuboweb
  • Filmagens e edições para web: Jady Forte - Desteatrando
  • Coordenação de produção: Egberto Simões
  • Produção executiva: Martha Lozano
  • Assistente de produção: Bárbara Santos
  • Assistente administrativa: Alcení Braz
  • Administração: Danilo Bustos
  • Idealização: Rafael Primot e Enkapothado Artes
  • Produtoras: Selma Morente e Célia Forte
  • Realização: Morente Forte Produções Teatrais

Boca de Ouro

15/06 às 20h
16/06 às 21h
17/06 às 19h

Sinopse:
Boca de Ouro é um lendário bicheiro carioca, figura temida e megalomaníaca, que tem esse apelido porque trocou todos os dentes por uma dentadura de ouro. Também é conhecido como o Drácula de Madureira. Quando Boca é assassinado, seu passado é vasculhado por um repórter. Sua fonte é dona Guigui, a volúvel ex-amante do contraventor, uma mulher que, ao longo da peça, revela diferentes versões do bicheiro.

Duração: 100 minutos

Classificação: 14 anos

  • Ficha Técnica
  • Texto: Nelson Rodrigues
  • Direção, cenografia e figurinos: Gabriel Villela
  • Elenco: Malvino Salvador, Lavínia Pannunzio, Mel Lisboa, Claudio Fontana, Chico Carvalho, Leonardo Ventura, Cacá Toledo, Mariana Elisabetsky, Jonatan Harold e Guilherme Bueno
  • Iluminação: Wagner Freire
  • Direção musical e preparação Vocal: Babaya
  • Espacialização vocal e antropologia da voz: Francesca Della Monica
  • Pianista: Jonatan Harold
  • Diretores assistentes: Ivan Andrade e Daniel Mazzarolo
  • Foto: João Caldas Fº
  • Produção executiva: Luiz Alex Tasso
  • Direção de produção: Claudio Fontana

Contrações

22/06 às 20h
23/06 às 21h
24/06 às 18h

Sinopse:
A ação se passa em um único espaço: o escritório de uma grande corporação. A gerente (Yara de Novaes) convoca e solicita a Emma (Débora Falabella), sua funcionária, que leia em voz alta uma cláusula do contrato que proíbe aos funcionários qualquer relação com outro empregado da empresa. Nos encontros seguintes, a gerente, amparada pelo poder que tem, libera suas diferentes facetas para manipular Emma. Para manter seu emprego, a funcionária acaba por se render e danifica sua vida privada.

Duração: 80 minutos

Classificação: 14 anos

  • Ficha Técnica
  • Texto: Mike Bartlett
  • Tradução: Silvia Gomez
  • Direção: Grace Passô
  • Elenco: Débora Falabella e Yara de Novaes
  • Cenário e figurino: André Cortez
  • Luz: Alessandra Domingues
  • Trilha Sonora: Morris Picciotto
  • Produção Executiva: Heloisa Andersen
  • Coordenação de Projetos: Gabriel Paiva
  • Idealização: Grupo 3 de Teatro

O Louco e a Camisa

29/06 às 20h
30/06 às 21h

Sinopse:
O texto entrelaça temas como a loucura, a convivência familiar, a revelação da verdade e violência doméstica (ao retratar um pai violento e severo). Nos deparamos com uma família distorcida e marcada pela convivência hipócrita entre eles, que se esforçam para esconder a existência de um “louco” (o filho) e suas ideias aparentemente malucas.

No decorrer do espetáculo, percebemos que o “louco” é, na verdade, o mais são entre os integrantes daquela família, pois é fiel e íntegro aos seus valores. O único com percepção real e verdadeira. Desta forma, a comédia se dá em contraponto ao drama vivido com esses conflitos familiares, pois os personagens, naturalmente, se metem em situações cômicas para solucionar seus problemas.

Duração: 80 minutos

Classificação: 12 anos

  • Ficha Técnica
  • Autor: Nelson Valente
  • Tradução e idealização: Priscilla Squeff
  • Elenco: Leonardo Miggiorin, Rosi Campos, Priscilla Squeff, Guilherme Gorski e Ricardo Dantas
  • Direção: Elias Andreato
  • Assistente de direção: Luccas Abdo
  • Cenário e figurino: Elias Andreato
  • Iluminação: Cleber Eli
  • Produtores: Danny Olliveira, Leandro Luna e Priscilla Squeff
  • Produtor assistente: Diogo Villa Maior
  • Fotografia: Caio Galluci
  • Designer Gráfico: Alê Pessoa
  • Planejamento de comunicação: Danny Olliveira
  • Assessoria de imprensa: Morente Forte
  • Realização: Néctar cultural

Pointer do google maps

Valores

Ingressos Unitários: R$ 50,00


Pacote 1 (8 espetáculos): R$ 170,00


Pacote 2 (4 espetáculos): R$ 90,00

Bilhete

Compre Online***

Para comprar, clique aqui

ingresso rápido
Bilhete

Televendas***

(11) 4003-1212

Venda de ingressos para grupos.

Bilhete

Bilheteria

(11) 3279-1520

De terça a quinta: das 14h às 20h**.

De sexta a domingo: das 14h até o início da peça**.